Site de Poesias

Menu

Tarde de sábado

TARDE DE SÁBADO O dia até que amanheceu nublado, foi-se arrastando entre uma aula e outra, alias o dia anterior já começara com uma aluna das 9 às 20 horas . Com um trabalho paralelo, fui até 17horas e ainda não dormi e nada menos que 4 almas estiveram em minhas mãos. Coisa boa !!! Ter visto a noite passar e chegar aqui neste lugar,frente ao mar, a se tocar com o céu , virar-me para o lado ver a montanha. Essa cidade é o máximo, sinto que cheguei ontem aqui e não são os 54 anos que valem mas as descobertas dos últimos dias . Essa paisagem, esse toque natural não estavam ali,mas hoje eu os vejo , céu, mar,montanha ......Tenho vida!!!!! Dou valor a ela . A chuva começa a cair, fina e nem percebo,gosto dela , vem completar o cenário.Quero estar aqui , sentir o vento, o bater da chuva ,o seu gotejar e eu parada sentindo o vento leve e suave tocar meu rosto, eu amo essa liberdade que me foi presenteada por um ser maravilhoso, JESUS CRISTO. Incontestávelllllll!

Compartilhar

EScrevi numa tardede sábado na beira da praia em Ipanema RIO Rio de Janeiro

Denise Figueiredo
24/05/2005

  • 0 comentários
  • 85 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados