Entregue em suas mãos

 
Venha com esse seu olhar profundo
Tome de mim o que é seu
Faça-me tua a cada momento
Deseja-me, provoque-me, me tire de mim!
Meus anseios gritam por ti
Destema-me, quero-lhe agora.
Roube meu fôlego neste momento!
 
O arrepio de um desejo satisfeito
Meu suor na tua pele
Teu querer unido ao meu
Meu corpo trêmulo me guie ao o que fazer...
 
Eu quero te olhar te satisfazer.
Eu posso alcançar o auge da emoção, do prazer!
Perco minha razão, entregue em tuas mãos.

Ana Julia Artur Bolato
© Todos os direitos reservados