Site de Poesias

Menu

Diga que não é nada sem mim!

[Ilustração não carregada]

Diga que me ama! Diga que me quer!
Desabrochando em seus braços,
intensa, envolvida, dissolvida em ti.
Acalentando com carinhos, teus cansaços,
como não fez igual nenhuma outra mulher.
Diga que sonha comigo, e assim, se sente vivo.
Diga que é louco pra me ver e ouvir minha voz.
Tomar-me com aquela pegada e nos virar do avesso,
empreender uma viagem de pura libido,
por todas as ondulações e fissuras do meu corpo,
embaraçando meu cabelo.
Diga que quer se impregnar do meu cheiro,
da minha saliva, do toque dos meus dedos.
Diga que quer me escrever românticas
e eróticas poesias, pra me tocar e me mover.
Pois, diga que espera de mim um enlace aflito.
Diga que não liga para o meu resfriado,
minhas desarticulações, minhas desarrumações.
Diga baixinho, no arrepio do meu ouvido
que o importante é a minha essência,
pra colorir, bagunçar e incendiar a sua vida.
Ah, puxa, coração ... somente diga!

Compartilhar

Outro poema de mel pra embalar nossa semana! Bota caloria aí hahaha!
Obrigada por me ler. Beijos

Elisa Gasparini
29/06/2009