Valores opostos

Ainda há regiões nos trópicos
em que a identidade das pessoas,
ao contrário da imprescindibilidade do círculo,
é aferida pelo que elas são.

Sem a necessidade de referências
tais como: fulano do jornal, ciclano da lagoa,
tampouco carece-se de título
para serem passíveis de atenção.

Ao passo que nas desordenadas metrópoles
nada se confere à humana essência
suplantada pelo verbo ter e sua conjugação.

Tenho fama, tens grana, tem aparência:
temos sucesso; se vinculados a grandes fortunas,
tendes vós incomensurável importância.
Porém, se nada têm, são indignos de existência.


17 de Maio de 2005

Curitiba