Site de Poesias

Menu

Intempérie


Passaste por mim

Brisa

Tempestade

Furacão

Nada ficou em pé

Nada ficou inteiro

Casa

Cama

Alma

Coração

Tento

Reconstruo

Reergo

Recrio

Junto cacos

Colo pedaços

Levanto paredes

Ergo telhados

Corro

Me apresso

Mas

Juro

Consigo

Deixo tudo pronto

Até o próximo abraço

Até o próximo sorriso

Até nosso próximo encontro

  

20/02/2007

14:00

Compartilhar
Jefferson Dieckmann
12/06/2009

  • 4 comentários
  • 717 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados