Site de Poesias

Menu

Distraindo

                                                                                                        Distraindo
 
Nada muda! Diz ele
 logo em seguida muda de lugar
não há saídas, prossegue
e fecha a porta ao sair
de hoje não passa, sentencia
e acorda atrasado no dia seguinte
 
Ficaremos sempre juntos,
e logo se separam
o central é manter a calma
após, dez comprimidos de calmante
no fim tudo estará bem
e o fim não chega
sei sempre o que digo
e sou contradito
 
Gilson Amaro
Maio 2009

Compartilhar
Gilson Amaro
21/05/2009