Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Vontade"

de Pablo Falabela

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

Um poema anula todas as distâncias entre o que se quer e o que se tem, misturando vontade e verdade, idealização e realização. Pablo Falabela escreve como quer... Leia, fique à vontade!
Ederson Peka
21/07/2005


Fábio:

Este poema, obra de arte, pode ser considerado exemplo dos sonhos que povoam a mente do poeta...
Melodioso, forte e uma pintura... Parabéns!!!
Silvestre Sobrinho

07/09/2005

["Deixarei que a harmonia
Me arrebate e me transporte
(Mesmo que aqui eu não volte)
Para a tua companhia...]

voltei
porque eu queria me pintar de poesia...
tão lindo..! beijinho.

Ah, como eu queria
qu tudo que eu lesse me deixasse nesse ar de bem querer...

muito boa gostei vc eh foda
fagner

06/09/2005

Fábio, adorei muito sua poesia ela foi tudo o que gostaria de dizer ao meu grande amor. Mais infelizmente não posso hoje o destino me separou dele mesmo tão distânte e o mesmo tempo perto não consigo esquecer. Muitos me falam para esquecer um amor é preciso arrumar um outro amor mais não consigo...

BEIJOS TATI
Tatiana de almeida barbosa

31/08/2005

Fábio, mais uma vez parabéns....

Sempre nos dando alegrias em ler seus poemas, pois passa toda graça e sabedoria em empregação das palavras misturadas com os anseios do coração...

um abraço
teresa

27/08/2005

Olá Fábio!
Adorei sua poesia...
Fala pelo que pude perceber, dá vontade de manter por perto um amor bem lindo...
E se não for possível, deixar partir sorrindo...
O amor quando acaba dói, ou será que era mesmo amor?
Um abraço
Ricardo Gomes

15/08/2005

procuro a luz q se perdeu,no paraiso desconhecido q não eé mais meu.mmeu oceano de lagrimas secou.o tempo me leva embora...ja não se sabe mais o que se perdeu nem mais o que se venceu,agora tudo parou,meu sentimento mudou.eu me perdí.
ligia ramalho.

10/08/2005

Parabéns Fábio!
Essa poesia tocou minha alma...
Bela obra!
Carolina salcides

02/08/2005

GOSTARIA QUE AS POESIAS TIVESEM MUSICAS PARA PODER MANDAR PARA QUEM SE AMA, POIS A MUSICA FAZ BEM PARA ALMA, PENSE NISSO. ROSE
rosemeire soares da silva

01/06/2005

Voltar à poesia