Site de Poesias

Menu

A mãe Esquecida!

A Mãe Esquecida!
 
Corre uma lágrima em seu rosto triste
Lembra dos filhos com toda emoção
Pergunta no silêncio o mor filial existe?
Se existe, por que sangra o meu coração?
 
Lembra as noites mal dormidas,
Os olhos apreensivos com medo e paixão
O bebe embalado nas noites escuras
Pergunta a se mesma os meus filhos onde estão?
 
Já treme a mão, cheia de rugas e manchas
Já está fraco o seu pobre coração
Ainda eleva o olhar ao alto e diz
Protege os meus filhos ou Deus da criação
 
Dobra os joelhos já tão doloridos
Reza e a Deus pede todo o seu perdão
Se estou hoje aqui esquecida e triste
Minha mãe do céu onde meus filhos estão?
 
Em um asílio  triste e sombrio
Onde alguém lhe carrega pelas mãos
Fecha os olhos e um suspiro triste
 Sai de seus lábios lembrando uma visão
 
Cerra seus olhos sozinha em um quarto
Esquecida e triste em grande solidão
Parte deste mundo com o coração triste
Sempre perguntando onde  seus filhos estão.
 
A alma se eleva aos céus
Um sorriso em fim nos lábios floresce
Agora a vida eterna lhe fornece
 A alegria eterna de viver em paz.
 
Lá pede a Deus pelos seus filhos
Invoca aos santos sua intercessão
Canta com os anjos os hinos sacros
Pede a Deus pra seus filhos proteção!.
 

Compartilhar

Homenagem as Mães esquecidas nos asílios da vida.

Rita Maria Medeiros de Almeida
10/05/2009