Site de Poesias

Menu

SABOR DA SAUDADE


Vai saudade e me leve embora
Aquela que dorme em meu ombro chora.
Leve o cheiro e a frieza dos seus gritos
Deixe-me apenas o olhar do infinito.
 
Vai saudade e me leve os lamentos
Ingratidão eu suporto, solidão não agüento.
Leve a frieza de um amor não vivido,
Esperança in-glória de sonhos perdidos
 
Vai saudade e me leve embora
O perfume dos cabelos e a cor do vestido,
Por ti em desgosto minha alma chora...
 
E que vejas saindo àquela que adora,
Voando em tuas asas o beijo esquecido
Com gosto de chiclete sabor de amora...
 

 

Compartilhar
Jeovan A. dos Santos
06/05/2009