Site de Poesias

Menu

Sonhos

 
Sonhos antes incentivadores,
hoje não passam de fardos a carregar...
Pessoas vivendo falsas vidas;
valores sendo esquecidos;
o fim se aproximando...
 
Hoje não mais esperança restara,
Hoje não mais sonhos sonhara,
hoje com outros olhos o mundo vera...
 
Sentimentos não valorizados,
lugares cheios e
corações vazios...
 
Como chamar um lugar
sem luz nem trevas?
Como chamar o mundo de hoje?
Como manter-se de pé?
 
Flores desabrocham a espera de serem colhidas,
sonhos morrem ser poderem ser vividos...
Pessoas morrem sem viverem seus sonhos...
 
Já não resta esperança,
sonhos e sentimentos enterrados,
lutando para si libertarem,
porem, se libertados em momentos assim,
Apenas fardos pesados serão....
 

Compartilhar
João Gabriel
04/04/2009

  • 1 comentário
  • 119 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados