Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "* a vida e o tempo *"

de Úrsula Avner

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.


Olá Úrsula

Adorei o teu poema " A Vida e o Tempo"

Não deixes que a dor crônica do destino se torne o marasmo de tua alma tão bela.
As vezes, o nosso cantar é amargo, mas o poetisar nos faz tão doce qual amar, amar e sempre amar!...

Wanderlei
Wanderlei Mendes da Silva

28/06/2009

Querida Úrsula....belíssimo texto!
Adorei....tentei destacar, mas o sistema do site está em manutenção.
Belos textos....remete-nos à lembrança de que tudo passa e que a tormenta é prenúncio de um belo porvir.
Parabéns querida.

Cara poetisa.
Os temporais,as bonanças se misturam às nossa vidas, fazendo parte do tempo. Será sempre assim.Conduzi-los e vivê-los é a essência que ficará como parte da nossa passagem por eles.

Abraços,e parabens por tudo que escreve.

Linda Ursula.. como escreves bem... magicamente sensivel esse teu tempo em conjunto com tua vida..
beijos doces
ciganita

Querida, os temporais de nossas vidas passam, as nuvens se desfaz...
Temos um versículo bíblico que diz assim:
"O choro pode durar uma noite mas a alegria vem pela manha"(Salmo 30 : 5).

lido como tudo o que escreves... beijos...

O tempo não dá segunda chance,
O tempo não espera,
O tempo não perdoa,
O tempo é cruel.

Parabéns!

Kátia Kelly

Cara poetisa vc traçou um paralelo perfeito sobre os vendavais que assolam a nossa vida e que através dos tempos se transformam em bonança e nos faz ver a vida de uma forma bem mais bonita.

Parabéns

J.A.Botacini

Zezinho.

lindo... simplesmente lindo.

Bela poesia menina. Obrigado por me comentar hoje.

Parabéns, querida. Teu poema expressa, acima de tudo, sabedoria. A vida e o tempo caminham juntos, se renovam e, por isso, nada nos custa sempre acreditar. Abraços

Voltar à poesia