Site de Poesias

Menu

Tântalo renascido


 
Mesmo após
conhecer
os suplícios,
ainda trago
a ambrosia
em meu cântaro
e festejo,
contente,
o solstício.
Suportar
as dores da vida
sem fazer de morada
o pântano
é questão
de exercício.

Compartilhar
Cio Nascimento
10/03/2009

  • 3 comentários
  • 763 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados