Site de Poesias

Menu

A morte de um anjo

Amor, antes um incentivo e esperança...

 
Agora um mal indestrutível...

 
Vendo felicidade, melhores dias e o sonho indo embora

 
sem poder fazer nada...

 
De asas arrancadas o anjo já não pode mais voar...

 
Não há mais sonhos nem esperança...

 
Valores de extrema importância tendo de ser enfrentados,

 
negando a própria existência...

 
Matando um ser que acreditava no amor e na felicidade...

 
Restando apenas uma 'casca', um morto-vivo....

 
Sonhos destruídos sem poder reagir...

 
Esperando o fim...

Compartilhar
João Gabriel
06/03/2009

  • 1 comentário
  • 114 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados