Site de Poesias

Menu

DUETO VIRTUAL XIII COISA LEGAL - CIGANITA E CAMINHANTE LUNAR"

[Ilustração não carregada]

No meu diário tenho teu nome!!! Ah!!! Prosador da lua.
Espaço guardado em folhas brancas e linhas finas.
Preencho minha ideia!!! Você completa com a sua
Teu reflexo!!! Passatempo!!! E o vento!!! Ele nos refina.

Soraia
 
Não tenho diário, mas tenho o teu nome gravado,
Em linhas brancas, finas, num recente bordado,
Transformo tuas ideias em palavras minhas, carrego
O dueto, em mim o completo, atiro-o ao vento.

Caminhante
 
Duetos!!! Uma cigana brasileira e curiosa.
Um caminhante errante lunar!!! Miragem virtual.
Frequência de versos!!! Comando essa poesia dengosa.
Te passo e repasso meus pensamentos!!! Complete esse mal.

Soraia
 
Errante por que caminho, não tenho motivo parado,
Descanso, erro mas quero continuar a caminhar,
O dueto não erra, sempre te consegue alcançar,
Conhece muita gente e não o faz num único sentido.

Caminhante
 
Uso telescópio para te ver!!! Na lua!!! Na rua.
Um Génio projectado por esse mundo!!!  Uma charada.
Amizade não tem preço!!! Mas tenho pressa da sua.
Delego-te a resposta desse poema!!! Dê a virada.

Soraia  
 
Sou pequeno, mas não sou distante,
Sou aquele livro que está na tua estante,
Desfolha, não sou génio, apenas um agente
Do nosso pai sol, sou mais um representante.

Caminhante
  
Concerte o que não escrevi!!! Acrescente estrofes.
Use réguas se for preciso!!! Mas não me dê trégua.
Coloque o termómetro literário!!! Sem catástrofe.
Enfileirei palavras!!! Nossa galeria a mil léguas.

Soraia
 
São almas gémeas, a amizade e a confiança,
São elas que juntas equilibram nossa balança,
Uma dá de presente a mais bela lembrança,
A outra jamais deixa morrer a esperança.

Caminhante

 
Apare as letras!!! Repare nos acentos!!! Isso é grave.
Textos sem sentimentos!!! Protesto sem bónus.
Uso adrenalina!!! Sem frieza nas frases.
Leiam!!! É pura alegria!!! Não causam qualquer ónus.

Soraia
 
Não tem concerto… é completo o que escreves,
A régua usada encontrei-a na geometria sagrada,
Tréguas a quem faz guerra num copo de água,
Não reparo acentos, mas nos acenos das tuas poesias

Caminhante

Compartilhar

Esse dueto me anima...me faz feliz..
e crescemos cada dia mais..com ele..
palavras em sintonias.. uma fusão de poetas
com a mesma intensidade..
E o dueto ainda continua..... dentro da nossa cumplicidade de alegria

Cigana
04/03/2009