Site de Poesias

Menu

Veneziana


Das águas fundas e escuras
da Veneza dos canais
brota o mistério do mundo
em volteios musicais
que traçam imagens nos ares:
silfos, fadas e vestais
que somem na névoa do dia,
mas deixam, na alma que sonha,
um devaneio, um encanto
e um sabor de nunca mais.

 

Compartilhar
Cio Nascimento
26/02/2009

  • 1 comentário
  • 664 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados