SEU OLHAR

SEU OLHAR

SEU OLHAR


Vou guardar você para mim!!! Na eternidade dos meus poemas.
Com olhos brilhantes vejo a luz do teu olhar!!! Olhos a espreita,
Semi-nua te espero!!! Docemente ao luar!!! Sem pressa
Cigana que te chama!!! Meio louca para te amar!!! Em versos,
Deslizo minhas mãos!!! Arrepio de prazer!!! Incognita da minha vida.
Sinto a brisa!!! Esqueço do mundo lá fora.!!! Meu real,
Escuto a música que toca no meu secreto!! Minhas ações.
Danço livremente!!! Pelo tempo que tenho agora.
Como mulher!!! Como pessoa!!! Como menina.
como cigana insana!!! Que sinuosamente te clama.
Caminho pelas estradas que levam ao teu olhar...
olhar solto, e irreversivelmente suave!!! Seu mistério.
Aprofundo na misticidade do meu amor..!!! Eterna saudade..
 Soraia

Ciganita

Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai, que bom que isso é, meu Deus
Que frio que me dá
O encontro desse olhar.

Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus
Só pra me provocar
Meu amor, juro por Deus
Me sinto incendiar.

Meu amor, juro por Deus
Que a luz dos olhos meus
Já não pode esperar
Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus
Sem mais lari-lurá.

Pela luz dos olhos teus
Eu acho, meu amor
E só se pode achar
Que a luz dos olhos meus
Precisa se casar.

Tom Jobim e Miucha

no meu olhar

Cigana
© Todos os direitos reservados