Site de Poesias

Menu

Livro da Vida

 
Todos ficam perdidos um dia
E buscam respostas a perguntas que não valem a pena
E quando tudo se esvazia
É quando alguém no fim do caminho da vi da nos acena
 
E não é possível chorar nem se arrepender
Porque cada ato é uma página escrita no Livro da Vida
E assim começamos a aprender
Que a percepção de tudo é apenas uma corrida
 
Sem fim
Sem começo
Mas, com um meio que é apenas o que podemos controlar
E é quando nos damos conta que não vale a pena chorar

Compartilhar
Anderson Aparecido Ozawa
26/02/2009

  • 0 comentários
  • 94 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados