Site de Poesias

Menu

MEU FILHO



Sim, não perdi noites de sono ,
Com a saúde de meu filho.
Nem tive a alegria que não se descreve,
De vê-lo recuperado.
Não senti aquele cheirinho azedo,
Do seu corpinho suado...
Nem o perfume natural,
 Depois do banho tomado.
Nem ouvi seu gugunhar,
Nem  o seu olhar,
Alegres ao me ver.
Não tive que ralhar,
 Colocá-lo de castigo...
Nem recebi seu abraço de reconciliação,
Não ouvi suas histórias de colégio.
Nem me emocionei com seu sucesso.
Não aparei suas lágrimas,
Nem cuidei de seus machucados,
Nunca dormimos abraçados...
Ele nunca dançou para mim!!!
Nem cantei para ele dormir ...
Não descobrimos juntos,
 Coisas engraçadas...
Não o vi crescer...
Simplesmente...
Pois o matei antes de nascer!

Compartilhar
Pedro Paulo da Gama Bentes
14/02/2009

  • 2 comentários
  • 1694 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados