Fúria de desejo


Se eu pudesse decifrar seus códigos
caminhar nas tuas linhas
deslumbrar nas tuas curvas
roubar esse olhar
e me entregar ...

A quem me dera o prazer do seu prazer
o gosto do seu desejo
a direção dos seus olhos
as palavras da tua boca
o fetiche do teu corpo...

A fúria do querer
vai alem de poder
inquieta o meu instinto
engana os meus sentidos
e então já estou fora de mim!

Os pensamentos não calam
me levam para dentro de você
um êxtase domina, por segundos em que imagino nós,
em um só a fazer...

Queria me perder nos segredos do teu corpo
me encontrar no calor da tua alma
e fazer deste momento o resumo de viver!