Site de Poesias

Menu

= Amor Doentio =

O amor que é doentio aprisiona
Perde todo sentido e a razão
A mente é dominada e vem à tona
Delírios de tola imaginação

O medo de perder leva à loucura
A insegurança sempre a atormentar
O ciúme toma conta e não tem cura
No coração vivendo a maltratar

Pobre do ser humano que assim ama
Afasta, infelizmente, o ser amado
Que perde do amor a intensa chama
Por ser, pelo ciumento, atormentado

Seus atos de total insanidade
Impedem de enxergar a realidade ...

Compartilhar
Glauce
23/01/2009

  • 0 comentários
  • 122 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados