Site de Poesias

Menu

Garoupa

[Ilustração não carregada]

Oh admirável garoupa
Discreta em oceanos escassos
Sua espécie é bem quista
Desejada e cobiçada por todos
 
Oh esplendorosa garoupa
Abarcar-te com minha rede
Saciar a minha fome
E meus desejos materiais
 
Oh bendita garoupa
Seu cardume é tentação
Objeto de poder e ganância
Pescados nos imensos  mares da corrupção
 
Oh incansável garoupa
Tu persistes em não ser fisgada
Nos anzóis dos humildes
Nas redes dos assalariados
 
Oh necessária  garoupa
Não te apegues em apenas um porto
Nade por todas as águas
Faça felizes todos os pescadores

Compartilhar

A garoupa é uma metáfora da nota de cem reais.

Renato Alves
02/01/2009

  • 2 comentários
  • 568 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados