Site de Poesias

Menu

Fúria e Paixão

Meu coração diz que te quer,
E te querendo fui me acostumando a não te ter.
Quando a dor batia em mim,
Me lançava, em pensamentos, a você
E tinha, por segundos,
Sua presença em mim.
Pensando em você quase enlouqueci:
Era até possível sentir seu cheiro
E seu calor por perto.
Era capaz de tudo...
E meu amor inabalável,
Tornou-se intransponível.
Aprendi tanto a te amar assim
Que não sou capaz de amar de outro jeito:
Virei as costas para a morte
Ignorando tudo,
E, para minha surpresa,
Acordei esta manhã
Um pouco mais doente que os outros dias;
Reclamando um pouco mais,
Fazendo muito menos,
E talvez querendo aos poucos deixar-te...
Mas meus sentimentos são confusos!
E minha fúria não deixará
Que o amor habite sozinho o meu coração ,
Pois a luz me incomoda mais a cada dia,
E a solidão toma conta de mim.

Compartilhar
Feiticcceeeiiiro
18/02/2004