Site de Poesias

Menu

Mudaram os tempos

[Ilustração não carregada]

Mudaram os tempos
 
Nos tempos do folhetim,
Os amantes juravam no jardim
Amor eterno em sublime idílio.
 
Nos tempos de modernidade,
Os pares “ficam” na casualidade,
Num encontro rápido a domicílio.
 
Havia um tempo, não muito distante,
Em que o homem era vassalo fascinante,
Dedicado cavaleiro da paixão.
 
No presente, neste carrasco mundo,
Em que grassa afeto moribundo,
O admirador reparte retalhos de emoção.
 
Mardilê Friedrich Fabre
 
Imagem: Internet 

 

Compartilhar

27/11/2008

  • 2 comentários
  • 626 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados