Site de Poesias

Menu

Vem em mim

[Ilustração não carregada]

O QUE PREVALECE
QUANDO PENSO EM VOCÊ?
MEU BEM-QUERER APROA
E O SEU SILÊNCIO ME PROFANA A BOCA.

MEUS DEVANEIOS SURDOS
VÃO DESPINDO VOCÊ
E EU ME PERGUNTO À TOA,
RAIARÁ O DIA DE BEIJAR-LHE A  BOCA?
 
UM BEIJO MAIS SERENO,
ME BEBENDO, LÁBIO E MEL,
COMO FORA UM VINHO BOM,
UM CASTILLO, UM LURTON?

UM BEIJO MAIS FAMINTO,
ME LANHANDO, CORPO E FEL,
COMO FORA UM PESCADOR,
SOLITÁRIO E CEIFADOR?

QUE COISA LOUCA, VEM EM MIM,
GUARDAR VOCÊ ASSIM.
EU QUASE VIVO A FICÇÃO,
MEU FARO CAÇA ALGUM SINAL DA SUA BOCA.
 
MINH’ALMA PREGA A SOLIDÃO,
PASTÓRA MINHAS MÃOS
E ME ARREDA DO AFÃ,
DO SONHO DE AMANHECER EM SUA BOCA.

 

Glória Salles & Francisco Abel Mendes d'Almeida, em 2008.

Compartilhar

Cantou pra mim...

"Eu rezo com o teu olhar, eu gozo com a tua voz. Esse amor arrebenta com tudo. Parece até que o mundo não sobrevive sem nós."(Fausto Nilo) Na foto, Abel.

Francisco Abel Mendes d`Almeida
& Gloria Salles
29/10/2008