Site de Poesias

Menu

Quando se trata de amor...

[Ilustração não carregada]

Quando se trata de amor

O céu azul em nuvens cúmulos

Se enrola como um pergaminho

Se abrindo num manto de estrelas

Em fulgente desalinho

 

Quando se trata de amor

As diferenças são minimizadas

As fronteiras ficam tênues

Quase apagadas

Qualquer fugaz momento

Se torna perene

 

Quando se trata de amor

Há um cheiro de terra molhada

Aroma despretensioso pairando no ar

Reluz o brilho da relva orvalhada

Projetado no olhar

 

Quando se trata de amor

Os sonhos são palpáveis

Não necessitam do adormecer

As manhãs nebulosas se abrem

Despedindo-se num dourado entardecer

 

Quando se trata de amor ...

 

 

                                            * Úrsula A. Vairo Maia *

 

* Poesia com registro na Biblioteca nacional.Respeite os direitos autorais.

* A imagem foi postada no site " Cita e Pense"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Amigos queridos do site e visitantes, "quando se trata de amor" as palavras saltam de dentro de nós e formam poemas, poesias, textos através dos quais tentamos compartilhar com as pessoas um pouco do nosso complexo universo particular atrelado ao que apreendemos do mundo que nos cerca. Escrevo por amor á arte da escrita e aí está mais um trabalho que disponho á apreciação de cada um de vocês com meu carinho, meu afeto. Obrigada a todos pela gentil visita. em meu cantinho

Úrsula Avner
21/10/2008