Site de Poesias

Menu

Desejo

 

 
Você não queria
Que houvesse fácil passagem,
Por onde seus sonhos deveriam chegar?
Os sonhos que os homens
Quiseram negar-te
Poderia assim realizar.

 
Você não queria
Que o amor lhe viesse
E em toda sua força lhe arrebatar?
Com o amor que os homens
Quiseram negar-te
Poderia então, ensiná-los a amar.

 
Você não queria
Que a esperança estivesse
Sempre em tua vida (e até sobrar)?
A esperança que os homens
Quiseram tirar-lhe
Poderia então, a usar.
Você não queria
 
Que só coisas boas
Viesse à sua vida a te salvaguardar?
E as maldades que os homens
Quiseram creditar-te
Seriam setas caídas, sem te acertar.

 
Você não queria
Que a substância em que estás preso
Fosse a face calma de um calmo mar?
Os monstros, tempestades e mistérios
Que ao incauto nauta espera
Seriam somente crendices populares.

Compartilhar
Elias Beraldo da Silva
20/10/2008

  • 0 comentários
  • 249 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados