Site de Poesias

Menu

Presença angelical

[Ilustração não carregada]

OBS: Leia o poema, se possível, ouvindo a música "Angels" da Enya

 

Ângela,

Teu nome é candura

Anjo em feminina aparência

És um ser de luz

Onde o amor tem morada segura

Repousam em ti vivacidade e sapiência

 

Carinho e amizade são argolas douradas

Que adornam teu pescoço

E nele, estão bem atadas

Saltam do teu coração

Em luz aquecido

Fagulhas de um sublime amor adormecido

Pelas agulhas da vida ferido

 

Deixas, pois, fluir do teu âmago

Vazar do teu centro

A menina doce e singela

Que hiberna lá dentro

Despertas a inocência

Recobras a autêntica alegria

Este cobiçado sentimento

 

Ângela,

No desenrolar da lida

És minha irmã

Minha mãe

Minha amiga

A caminhar comigo

No trajeto da vida

Onde há pedras e flores

Medos e amores...

 

 

                                                        *  Úrsula A. Vairo Maia *

 

*Poema registrado na Biblioteca Nacional. Mantenha a autoria do mesmo, de acordo com a Lei dos direitos autorais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Queridos amigos do site e visitantes,
Este singelo poema é uma dedicatória á minha irmã Ângela que reside em Goiânia-GO e que é uma pessoa muito especial em minha vida.
Ângela querida, há muito tempo eu desejava fazer um poema dedicado a você, agora surgiu a inspiração. Espero que o aprecie. Você vive em meu coração, hoje e sempre ! Beijos pincelados de luz angelical ! em meu cantinho


19/10/2008