Oceano...


Água, que deságua em mim,
Imagem, refletida no meu camarim,
Cheiro exalante, corpo formoso, é um jasmim,
Íris colorida, alma em flores assim...
 
Seu encontro comigo,
Você e a Lua, imagem nua,
Meu brilho fascinante; sinto contigo,
Uma intensidade louca de ter a sua... Beleza crua...
 
Oceano...
Deixe o tempo te levar,
Encontre em mim, o seu mar...
E diz se o mundo é algo bonito para se guardar...
 
Oceano,
Formado de alegrias e enganos,
Vivido de meses ou anos,
Remendastes em mim, teus panos...
 
Dúvidas do que não veio,
E das que virão, em vão,
Logo sinto, me receio,
Me vejo claro na escuridão...
 
Banha-me com teu frescor,
Dizer o que ainda sinto, seja como for,
Falar-lhe de minha vida, tão sentimental...
Mesmo que teu sonho, não seja especial...
 
Oceano...
De emoções,
Em sonhos,
Ou em nossos próprios corações...
 
Everything’s,
It’s my ocean,
Sensibility and,
My emotions…
I will runaway,
Or I will to you, stay,
And I fell to be everytime,
In my ocean, like that drive...
 
Indicando, orientando,
Em meu mundo destina-se ao oceano,
Brinco em poças, gotas grossas,
Energia revela-me tranças e transas de pano...

É um poema simpleas, prático e traduzindo: It's my ocean...

Em minha escola...

Vinícius Costa Aguiar
© Todos os direitos reservados