Site de Poesias

Menu

Terra montanhosa

[Ilustração não carregada]

Cercam-me as imponentes montanhas de Minas

De onde contemplo um Belo Horizonte

Em camadas finas

Singelos versos aquela imagem aglutina

Na garupa selada do vento cortante

 

Decanto as Minas das pedras preciosas

Diamantina, Ouro Preto, Esmeraldas

Minas das lutas gloriosas

Adormecidas no passado

Vívidas nas memórias

De um povo valente e ressabiado

 

Floresço em poesia

Nesse Brasil das Gerais onde fui plantada

Onde minha semente foi germinada

Quero em prosa e trovas cantar

As curvas das estradas das Minas sem mar

 

Cortar os vales, as serras

Pisar das Minas as terras

Sou mineira uai

Sou Minas Gerais

 

O trem de Minas já passou

Embarcou Aleijadinho, Tiradentes, Drummond de Andrade

Estacionou na Praça da Liberdade

Do meu coração da minha cidade

 

                                   *  Úrsula A. Vairo Maia   *

 

* Mantenha a autoria do poema. Direitos autorais registrados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Queridos amigos do site, poetas e visitantes, esse poema é uma homenagem que dedico a Minas Gerais e especialmente, à cidade onde nasci- Belo Horizonte, onde as montanhas são o cartão postal, além de outros lugares lindos como a Praça da Liberdade onde também fica o Palácio do Governador. A imagem postada é da Serra do Cipó, lugar montanhoso e belo, adornado por muitas cachoeiras. Espero que apreciem o poema. Um abraço amigo a todos e obrigada pela visita em meu cantinho.


23/09/2008