Site de Poesias

Menu

COR DE MEL

Quando meus olhos
Com os teus se encontraram,
Não sei os teus olhos,
Mas os meus, se encantaram!
 
O que disseram não sei,
Mas eles se falaram.
Aos meus eu perguntei,
Mas em respeito a ti, se calaram!
 
Dos teus olhos não vi bem a cor,
Parecia-me cor de mel
Com pinceladas de amor.
 
Os teus lábios tremiam...
Talvez para confirmar,
O que teus olhos diziam!

Compartilhar

Quer o destino que seja assim, dois olhares se entrelaçam. dois corações se enternecem e aí o amor acontece. Parace magia, e é! A magia do bem querer, a magia do amor. É aquele momento que tudo pode acontecer é a teia que o amor tece, Andando na rua

Ubirajara Fernandes
16/09/2008