Site de Poesias

Menu

Alucinações

[Ilustração não carregada]

 

 

"Quando as vozes se calam,
O silêncio grita...
Na ausência da luz,
A escuridão agita

Imagens bailam na penúmbra
O desenho da moldura não é o mesmo
Na parede, movimentam-se azulejos
no embalo dos uivos do vento...

Os olhos se fecham, como apertados
Mas o medo está acordado, bem acordado...
A expectativa do inusitado se aflora..

Nessa hora, dormir se torna um açoite
A espera então é que o sol se mostre
Levando embora, a escuridão da noite..."(Rose Felliciano)

 

 

.
*Mantenha a autoria do Poema*- Direitos autorais registrados.

Compartilhar
Rose Felliciano
07/09/2008