Site de Poesias

Menu

Volte moça bonita.

 
Por mais que eu tente entender o teu olhar.
As mágoas das minhas lembranças não permitirão
Compreender a dor que possui o teu coração
Mas meu amor, não chore não.
A dor eu carrego também no meu coração.
Não sei como, mas foge da razão.
A minha alegria foi embora, deixando um vazio no meu peito.
Pois ela possui hoje, outro nobre coração,
Deixando comigo só o sentimento de solidão.
Quando chega a fria madrugada sem qualquer sentimento.
Só me ponho a clamar.
Lágrimas de dor que atravessam o luar,
e Me traz de volta o brilho e a alegria daquele belo olhar
Olhar castanho cativante, moça de pele morena delirante, de voz suave apaixonante.
Tu és o meu sol meu luar, a alegria que me faz sonhar.
Volte moça bonita, para os braços de quem te ama.
Para que assim, o meu pranto possa parar de cair, e a minha alegria possa ressurgir.
Volte minha amada para os braços de quem te ama.
 
 

Compartilhar
Marcelo Bastos
31/08/2008

  • 0 comentários
  • 91 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados