Site de Poesias

Menu

Meu amor.

[Ilustração não carregada]

Queria poder te ver poder segurar suas mãos, te abraçar.
Mostra o que sinto.
Sei que surgiu em uma maneira inusitada um pouco atrapalhada talvez.
Mais o amor não escolhe como e nem por onde vem.
Você surgiu de repente na minha frente bem na hora que eu procurava alguém para me apoiar, alguém que não deixasse eu cair.  
Na hora você foi o meu anjo iluminado, você foi alguém que meu olhar fico cristalizado.
Já mais quero te magoar já mais vou te fazer chora. se um dia você chora que seja de alegria.
Quero te fazer feliz, realizada.
Quero ser feliz ao teu lado. mais isso com certeza serei.
Quero ser aquele bobo que te olha dormir e ao amanhecer te dar um beijo de bom dia.
Quando você apareceu parecia um sonho o meu coração disparava a cada palavra que saia da tua boca.
Hoje não tenho palavras para expressar o que sinto por você.
Não vou dizer que é amor, não.
Não vou dizer,se você não quiser, eu não digo.
Também não vou dizer que esse amor é um amor puro e verdadeiro, um amor que não tem cura e o único modo deu continuar vivendo é ficando ao seu lado.
Há momentos na vida que percebemos como o mundo é pequeno e que temos nas mãos um mundo que não tem tamanho o mundo que só eu e você somos os habitantes.
   Amor.
   Palavra tão curta e de sentimento tão profundo que nos faz se render.
   Nesse momento estou pensando.
   Será que um dia vou poder te dar esse amor que sinto?
   Eu não vou medir esforços para que um dia esse amor seja seu somente seu.
   Meu amor.

 

Compartilhar
Marcelo Bastos
30/08/2008

  • 1 comentário
  • 120 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados