Site de Poesias

Menu

O fim do novo poeta

[Ilustração não carregada]

Maldito poeta que perdeu sua emoção,
Jogador racional,
Frio e calculista
Você não era este monstro,
Destruidor de corações

Poeta sofredor,
Nunca achei que tu foste capaz
De fazer alguém sofrer assim
Você não era este monstro,
Destruidor de corações

Poeta gélido,
Sabia usar sua felicidade e amor
E fez uso de sua tristeza e de sua raiva
Você não era este monstro,
Destruidor de corações

Morte a este poeta
Quero o antigo poeta de volta
O poeta que era feliz
O poeta que sabia amar
Morte ao destruidor de corações

Compartilhar

Este é um dialogo com meu alterego, meu dark side q um dia se manifestou mt forte e me fez cometer + um erro q me arrependo profundamente.
Sei q ñ mereço, mas pesso desculpas por ter sido frio, por ter feito vc chorar. Errei e kero pagar pelo meu erro.
E desejo de coração q o sentimento q existia ñ se torne ódio.
E q, no mínimo, sobreviva a amizade. dia 19 de agosto, dpois d 2 dias d tormento após nossa conversa.

Gabriel Moon
27/08/2008