Site de Poesias

Menu

SEMENTES OCULTAS

[Ilustração não carregada]

Algum mistério ocultas no semblante,
Algum sutil enigma sustentas,
De forma tal que teu olhar distante
Turba o que sentes, deturpa o que ostentas.

Quando se encontram, os nossos olhares,
Tento encontrar, em vão, mas não sei onde,
O que teu rosto desvenda nos ares,
O que tua face oculta não responde.

Não sei se estes teus lábios envolventes
Querem palavras frias, gestos quentes,
Ou se procuram pelos lábios meus...

Quando teus olhos fitam-me sorrindo
Não sei se estão negando ou me pedindo
Um beijo, um até breve ou um adeus!

Oldney Lopes ©

Compartilhar

Brumadinho, 19 de fevereiro de 2008

Oldney Lopes
18/08/2008