Site de Poesias

Menu

ALMA PERDIDA

Olha aquela alma


Ela está só neste mundo
Sem rumo a vagar
Será que ninguém a vê?
Será que ela é tão imperceptível?
Ninguém a vê
Ninguém a nota
Ninguém a controla
Ninguém a consola
Ela está só
Perdida e só neste mundo
Cheios de obstáculos
A enfrentar
E ninguém pode ajudar
Agora é assim
Um ser vivente a vagar
Sem opção de vida...
Pois vida nem tem mais
Passou por estradas que
Ninguém quer passar
Fez o que ninguém quer fazer...
Hoje nem pensa em olhar para traz
Pois, muitas dores isto lhe traz
Hoje permanece perdida
Neste mundo que nem conhece
Anda vagando
Enquanto sua alma
Aos poucos se vai
 
*** Pâmella S. Nalon ****

Compartilhar

22/07/2008