Site de Poesias

Menu

CONTRA-SENSO?

 
Hoje dispenso a despensa
já me vi dispensada...

Passou...

E toda mulher por tanto amar
só quer ser amada...


Nesse aparente contra-senso
prossigo na estrada
na estrada da vida
em que muitas vezes 
eu é que pareço embriagada...

Tento entender meus passos na solidão
vou clarejando meu eu, 
abro as mãos e o perdão....
prossigo sabendo que é preciso aprender
pois em todo aparente contra-senso
também existe lição...

Compartilhar

... "estou de volta pro meu aconchego, trazendo na mala bastante saudade"...

Rita Reikki
10/07/2008