QUE TENS?!

QUE TENS?!

QUE TENS, QUE ÉS PÉROLA E FLOR QUANDO EM MIM ADENTRAS, COMO FOGO A QUEIMAR-ME OS PECADOS DA MINH´ALMA PROFANA? QUE TENS, QUE ÉS ALTAR EM QUE REZO A PRECE DA PAIXÃO E ME TORNO TODA E SÓ TUA CORAÇÃO? DE QUE M´INUNDAS QUE ME FERVE E EM PRAZER E GOZO ME DISSOLVES? DE QUE ME AÇOITAS POR DENTRO QUE ME FAZ ENCANTAR-ME DE MIM? QUE TENS QUE TANTO SORVO E, EMBEBEDADA, AINDA NÃO ME SIRVO E MAIS DE TI EU QUERO? O QUE, DE TU, DISSOLVES EM MIM QUE ME COMPÕE, TAL INCOMPLETA NECESSITADA DE SEMPRE ME ALIMENTAR DE TI?

ALBA ALAMO
© Todos os direitos reservados