Site de Poesias

Menu

EU SÓ QUERO AMAR

                (Antes que as cortinas se fechem)
                                      Celso Alberto – Escritor.
 
 
ANTES QUE AS CORTINAS SE FECHEM,
E O ESPETÁCULO DA MINHA VIDA TERMINE,
ANTES QUE O MEU PASSADO CINZENTO,
APRESENTE-ME UMA CONTA IMPAGÁVEL,
EU AINDA QUERO AMAR NOVAMENTE,
E AO MENOS TENTAR SER FELIZ.
 
 
NÃO QUERO FAZER DE MINHA VIDA
UM LIVRO DE PÁGINAS EM BRANCO
NÃO QUERO PASSAR, SEM AO MENOS
DEIXAR AS MINHAS MARCAS NAS PAREDES
CINZENTAS DESTE MUNDO INSANO.
 
 
QUERO BEM MAIS QUE LEMBRANÇAS
DO PASSADO, A ME TRAZER SAUDADES
DE AMORES QUE SE ACABARAM.
QUERO O PRESENTE, INTENSO,
REAL E MARCANTE, TANTO QUANTO
A MINHA VONTADE DE AMAR.
 
 
AINDA QUERO RECEBER OS APLAUSOS
PELA MINHA MAIS BELA INSPIRAÇÃO,
AINDA QUERO ESCREVER POESIAS
QUE TOQUE FUNDO EM ALGUM CORAÇÃO.
 
 
E, SE EU NÃO FOR COMPREENDIDO
PELO MEU TALENTO DE AMAR,
AINDA ASSIM, EU VOU CONTINUAR
AMANDO, ATÉ O FIM DE MEUS DIAS
PORQUE SEI QUE O AMOR
É A FORÇA MAIOR, QUE REGE
ESTE PLANETA, AS VEZES TÃO CARETA
E INJUSTO, COM QUEM SÓ QUER AMAR.

Compartilhar

NOVA ANDRADINA, MS 07/2008

Celso A Alberto
13/06/2008

  • 0 comentários
  • 348 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados