Site de Poesias

Menu

***MARIA PERPETUA DA SILVA***

M aria, a nossa mãe sempre preocupada com a família.
A senhora soberana, simplesmente a Maria das lutas.
R eza, canta sorrir e exagera nos cuidados, a mãe dedicada.
I  mplacável nas batalhas, a mulher guerreira de tantas lutas.
A mãe que sempre esta ao alcance das mãos a qualquer hora

P ra você a busca da paz é uma constância eterna e verdadeira
E nem de longe imagina viver, longe dos seus entes amados.
R imas, versos e estrofes, tu és mãe, a poesia em primavera.
P erpetua, a mulher-mãe que vai além da paz, é só puro amor.
E stá sempre enamorada, uma estrela de luz em versos de amor.
T udo que você faz, chega á beira da perfeição, a minha rainha.
U ma vida cheia de relações de amor e amizade com o próximo
A musa-mãe desses versos acrósticos, a mulher-mãe emotiva.

D ona da pensão, da casa, aquela que realmente manda em tudo.
A ti, pra você mãe todo meu amor e carinho todos os dias do ano.

S ilva, entre tantas Silvas, a mãe Maria, a Maria Perpetua da Silva.
I  rradia os perfumes das rosas, a esposa, a mãe, a avó, a mulher.
L uzes que ilumina os caminhos dos filhos e netos a qualquer momento
V árias e várias vezes sofreram as dores do parto e ainda as sofre,
A pesar de seus rebentos estarem crescidos, filhos são pra toda vida.

José Aprígio da Silva.
Feito: 02/04/08 – 09h48

Compartilhar

29/04/2008

  • 0 comentários
  • 454 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados