Site de Poesias

Menu

ENQUANTO JULGAMOS...

Enquanto julgamos ,
afastamos o amor,
desprezamos o perdão, 
e assim nos desfazemos...
Ao apontar,
medimos o limite.
O espaço que consiste,
entre o certo e o errado...
podemos?
Não sabemos nós...
não nos cabe atribuir sentença,
isso é igual a uma doença
de contágio imediato.
É melhor que permaneçamos calados;
É melhor sermos injustiçados.
A vida é um ciclo:
se eu apontei,
serei também apontado!

Compartilhar
Rita Reikki
28/04/2008

  • 8 comentários
  • 1480 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados