Site de Poesias

Menu

"Aprendendo e esquecendo"

[Ilustração não carregada]

Apaguei todo tipo de lembrança,
Passei a borracha nos acontecimentos.
Agora vivo com segurança,
Aquilo tudo só foi coisas do tempo.

Hoje, até arrisco um sorriso,
Pois fiz um risco na palavra tristeza.
Sorrindo feliz eu caminho
Mil quilômetros sem pôr ela na cabeça.

As cartas que para ela eu guardava,
Já não possuem tanta emoção.
As lágrimas deram lugar as risadas
Que tomaram conta da dor que foi em vão.

A noite não é mais um pesadelo,
Nem mais o silêncio me desafia.
Na novela, fico tranqüilo ao ver um beijo,
Aprendi a levar a minha vida.

A rua em que ela passava,
Se tornou uma rua qualquer.
Lembro-me do passado e dou risada,
Sei que fiz papel de mané.

É... Quem sabe o amor tenha me ensinado muitas coisas,
Ou talvez, absolutamente nada!
Mas aprendi a esquecer e a rabiscar folhas
Para desabafar em minhas palavras.

Compartilhar
Rogerio dos Santos Rufino
12/04/2008