Site de Poesias

Menu

Jaque


J
á por diversas vezes, e  tantas
A menina dos versos chorou
Querendo reviver o que não acabou
Uma saudade de lembranças, quantas
Espalhadas em lágrimas do que restou

Brandamente em seus versos
Abre à nós o caminho de novos universos
Reescreve-nos em cada sentimento
Beleza pura ou triste  que parte de dentro
Agora, sua primavera não tem mais flores...
Tem apenas a saudade de um amor
E hoje no Outono, ela chora na dor...

É tão triste vê-la assim...

Pois sabe, aqui em nosso jardim
Outra coisa não substitui o riso
E que saudades tenho daquele sorriso
Sem vestígios de algum sofrimento
Inda hoje, isso é o que preciso
A njinha Jaque, você mora aqui dentro ♥!

(Murilo Saldanha - 30/03/2008)

Compartilhar

Mu te amooooo!!
Desse tantão ó
\_________________________o__________________________/

Você vale mais que ouro.. diamante.. água.. petróleo... vc é imensurável!
Isso foi mais que um presente... foi o suficiente para mostrar-me o quão preciosa eu sou para algumas pessoas...

Obrigada!
:-)

Jaque Barbate
30/03/2008

  • 5 comentários
  • 299 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados