Site de Poesias

Menu

Colegial

Ela é uma musa moleca:
Nesse uniforme de escola
Ri-se, levada da breca;
Ah! se ela me desse bola...

Eu faço graça, me atrevo,
Mas ela nunca me olha!
Do verso armado, eu escrevo:
Ah! se ela me desse bola...

E não importa a maneira:
Sendo insensato, ou sensível,
Nenhuma desculpa cola
- Ela vai rindo, faceira,
Como se eu fosse invisível;
Ah! se ela me desse bola...

Compartilhar
Ederson Peka
05/03/2008