Site de Poesias

Menu

Anjo Triste e Maria Clara

[Ilustração não carregada]

Anjo Triste era seu nome
Caminhando pelas ruas no profudo esquecimento.
Acompanhado por fantasmas e anjos caidos.
Ia sem luz, sem sol,
Sem um sentido, morrendo.
Ia voando sobre o mar com as asas quebradas.
Maria Clara apareceu em sua vida
E lhe curou as feridas.
Ela é sua lua, seu sol,
Seu pão de cada dia.
Ela veio com seu sorriso
Trouxe consigo o paraiso
E ouve-o dizer: É de ti que preciso
Divino e puro amor,
É a gloria dos dois,
Até a morte.
Em um mundo de ilusão,
Este Anjo estava desiludido,
Abandonado,
Vivia sem sentido,
Mas sua doce menina chegou.
Tornou-se sua religião.
Sua luz, sua paixão...
Abre o coração, Anjo Triste
Abre o coração...
Esquece a dor e o sofrimento.
Viva intensamente este momento
Sem culpa, sem lamento...
Não, não, não...
Não a faça viver sem você,
Pois ela seria obrigada a morrer.

Compartilhar

Amo vc... eternamente

maria clara
04/03/2008

  • 6 comentários
  • 971 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados