Site de Poesias

Menu

Sem Preconceito

[Ilustração não carregada]

 
 
 
Sem Preconceito
Zanna Santos
 
Olhes para mim!
Porque relancear?
Acaso a minha aparência
Te constranges?
 
Olhes para mim!
Ser de olhar limitado!
É só um corpo,
Traje da alma!
 
Olhes para mim;
Para dentro de mim.
Renuncie a esse seu preconceito,
A essa opinião formada,
Visivelmente exposta em
Seus atos e abra mão de
Rotular-me inferior!
 
Esteja nu,
Totalmente despido da
Sua natureza humana,
Tão mesquinha,
Tão repleta de si.
 
Lança-me um olhar de Deus!
Penetra-me o âmago,
Inspire a minha essência,
Sejamos UM.
 

Compartilhar

Oferço esse texto para todas as pessoas que são descriminadas por sua deficiência física ou mental.

Zanna Santos
19/02/2008

  • 2 comentários
  • 316 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados