Site de Poesias

Menu

Anos luz de distância

[Ilustração não carregada]


Sem as palavras certas,

Choro!

Alma e feridas abertas...

Sem o consolo ideal,

Sentindo-me muito... Bem mal!

Sem a melhor métrica e rima,

De alguma forma tento ficar para cima.

Acima do ódio, da raiva e da dor...

Tentando assimilar a palavra amor...

A luta é ferrenha!

É pôr o corpo inteiro na lenha

E queimar por dentro e por fora.

O que é que foi ganho até agora?

É como amar a tortura

E se apaixonar pela feiúra.

O ato de perdoar

Significaria amar?

Anos luz de distância...

 

 

 

 
 

Compartilhar

São Paulo, SP - 06/02/2008

Rosely T. Sales
07/02/2008