Soneto de Alegria


Uma nuvem surgiu
E dela, luz floriu
E pétalas de amor
Afugentaram a dor

Fez-me do cinza
Uma cintilante brisa
Um azul do mar
Sem se imaginar

Sentimento diverso
Faz-me toda verso
Completa alegria

Mais que dádiva
Paixão pura e ávida
Tornando poesia

02/02/2008

Jaque Barbate
© Todos os direitos reservados