Site de Poesias

Menu

Quem me dera!

[Ilustração não carregada]

Quem me dera!

Quem me dera podesse ainda
vê O brilho intenso do teu olhar
o desejo que fluia nêles
quando estavas a me olhar

Quem me dera ao anoitecer
olhar o céu e vê as estrelas cintilarem
identificar em uma delas linda
o brilho constante do teu olhar

Quem me dera vê nela o teu sorriso
malicioso a me fitar
com o desejo presente de me beijar

que me dera acreditar
que um dia hei de te encontrar
e num mundo novo ir te amar.

RMMA

Compartilhar

A noite em minha varanda fitando o céu, vendo as estrelas
a saudade tomou conta de mim e assim eu desejei profundamente a presença dêle! Varando do meu apartamento.

Rita Maria Medeiros de Almeida
31/01/2008