Site de Poesias

Menu

Massapê

Chãoda terra da cana
rachado ao sol de verão
que nem calcanhar da gente
que dança, que samba, que anda
na peleja e na folia.

Chão que trouxe riqueza
na época de Vó Menininha
lá em São Carlos,
Santa Eleisa, Conde e Subaé
onde muita gente vivia.

Chão preto, de gente morena
do rio de chumbo e cádmio
vivendo apenas das lembranças
de suas águas límpidas
de bagres, trairas e muita pescaria.

Chão da Massa
do Escritor,
do Músico
e do Compositor
do Médico e Cientista
de Grandes Artistas
Senador, e até Governador.

Chão de Gente esquecida
tantas que não sei deizer
Chão de terra batida
Chão da Cana e da Vida
Da nossa Gente querida
Chão do Massapê.

Compartilhar

Santo Amaro/BA

Elton da Silva Maia
22/01/2008

  • 0 comentários
  • 139 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados